Comebacks de APRIL, WJSN e SONAMOO mostram o que há de errado na nova geração do K-Pop

O ano já começou bem agitado. Teve AOA flopando miseravelmente com seu double A-side, Wonder Girls dando sinais de que vai morrer nos próximos diasgrupo da primeira geração ressuscitando… E no meio de tudo isso tivemos os comebacks de três grupos de terceiro escalão em momentos decisivos de suas carreiras.

APRIL, Cosmic Girls e SONAMOO não têm a popularidade de Twice e GFriend, mas não são completas nugus. Os três estão em seu make it or break it e, principalmente os dois primeiros, estão numa posição favorável na minha opinião, porque seus nomes já são conhecidos do público coreano, basta lançar uma música muito boa com um conceito que chame atenção para conseguir novos fãs e ver sua popularidade subir vertiginosamente. Infelizmente, é nessa parte que mora o problema…

APRIL – April Story

Quando se trata de APRIL, a impressão que eu tenho é que a DSP tá completamente perdida no que fazer. O MV tá legal, é o melhor do APRIL até agora. Mas essa música… ela poderia ser boa, ela dá indícios de que vai a algum lugar interessante… até que o refrão aparece. Um refrão memorável era a única necessária pra deixar isso aqui decente e talvez fazer um milagre com a popularidade do grupo. A única coisa que faltou era alguém, em algum momento, simplesmente pensar em como deixar o comeback mais atraente e prender o público. E isso é algo que dá pra dizer de tudo que o grupo lançou até agora. Eu realmente não sei o que acontece com a DSP, os dois últimos comebacks do Rainbow (dois últimos mesmo) foram muito bons, com conceitos bem trabalhados (principalmente o INNOCENT), eles definitivamente sabiam o que estavam fazendo… mas isso veio depois de anos de Rainbow sem um bom direcionamento também, né? Será que APRIL só vai ficar bom nos dois últimos comebacks de sua carreira?

WJSN/Cosmic Girls/Cavaleiras do Zodíaco – I Wish

Eu tenho de começar dizendo que esse MV tá lindo, já é o melhor do ano e vai ser difícil ser superado. É uma pena que a Starship pensa que isso é o suficiente. Que coreografia é essa? Elas só ficam balançando os braços 80% do tempo e às vezes fazem umas formações para aproveitar o fato de serem um grupo gigantesco, e só. E eu não preciso nem falar da música, não tem nada de memorável nela. Mas ei, vamos enfiar a gatinha popular pra repetir uma frase a exaustão, porque palavras repetidas sem parar no pop deixa tudo catchy e divertido, funcionou com “Gee” e “Very Very Very”… MAS NÃO É ASSIM QUE FUNCIONA, SEUS ANIMAIS! Certiquem-se de enfiar esses “tell me why” numa música decente primeiro!

SONAMOO – Eu Acho que Amo Você

TS Entertainment é certamente a PIOR agência na Coreia, e nenhum ato tá sofrendo mais por conta disso do que SONAMOO. A melhor música delas NEM CLIPE TEM. Agora veja esse comeback. VEJA BEM. Agora para pra pensar qual é o plano da empresa por trás disso. A coreografia, a música, o clipe… me diz alguma coisa nisso aqui que você acredita que tenha feito um executivo em plena sanidade mental dizer “Uau, isso aqui com certeza vai atrair novos fãs e ofertas de CF! SONAMOO finalmente vai acontecer”…………. Nada. NADA! Não existe nada aqui que seja capaz de chamar a atenção de qualquer pessoa! Tá, a não ser talvez a beleza de alguma das integrantes, mas nem isso o clipe consegue destacar! Será que a TS sequer se lembra qual o objetivo de se ter um grupo de K-Pop??? A sensação é de que houve uma total preguiça dos envolvidos na produção disso. Imagina só a decepção das meninas (que com certeza ainda precisam pagar o seu débito de trainee) quando elas receberam essa música, sabendo que isso aqui não vai mudar a vida de ninguém e muito menos as delas. Putz, até o nome da música me passa preguiça! “I THINK I LOVE U”? Eu acho que não…

PREGUIÇA é a palavra chave aqui. O que me fez virar fã de K-Pop em primeiro lugar era o esforço que as empresas colocavam para criar algo coeso tanto na sonoridade quanto em imagem a cada comeback, além de um detalhe que diferenciasse o grupo dos demais. Um clipe memorável, uma coreografia marcante, uma música boa… elas faziam questão de que tudo isso estivesse presente. Nem sempre isso dava certo, claro, mas geralmente a intenção de que o lançamento fosse uma experiência sonora e visual completa estava lá. Era algo que eu não via mais no pop ocidental já fazia algum tempo.

Isso ainda se faz presente em grupos como Lovelyz, Oh My Girl e Red Velvet (se bem que Red Velvet deslizou forte nesse quesito em 2016…), mas ainda assim, parece que a maioria das agências hoje se contentam se tiver UMA coisa marcante (ou nenhuma, no caso do SONAMOO) e a gente tem de se dar por satisfeito. Eu acho que quando um fã das antigas diz que a Era de Ouro (2009-2011) era muito melhor, os capopeiros novatos pensam que é um comentário de pura nostalgia e que ninguém está dando uma chance para os novos grupos. Eu sei que EU estou dando uma chance para eles em todo comeback, mas infelizmente a maior parte não está aproveitando.

Anúncios

3 comentários sobre “Comebacks de APRIL, WJSN e SONAMOO mostram o que há de errado na nova geração do K-Pop

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s