Balanço 4º bimestre 2018: o que sobrou do verão (feat. Nicki Minaj)

Eu demorei a postar esse balanço em parte porque estou muito ocupado e em parte por desânimo mesmo porque as músicas de 2018 estão uma bosta. Mas algumas coisas ainda estão salvando, então vamos tentar né?

RED VELVET – POWER UP

Este ano Red Velvet conseguiu se redimir das bostas que tava lançando desde One of These ZzZzzzz… Power Up é a melhor música delas em tempos e não me canso do BA-BANANABA-BA-BANANANANA-BA. É o aegyo esquisitinho que amamos do grupo, mas desta vez sem destrambelhar para níveis Lookie de insuportabilidade. A única decepção é que o MV tá fraquíssimo para o padrão delas.

STRAY KIDS – MY PACE

Eu não sei qual o motivo para isso, mas essa já é a quinta tentativa e as boy bands da JYP continuam muito ruins. Eles nem selecionaram as line-up direito, quem teve a ideia de colocar essas crianças pra pagar de oppas fodões???? Esses garotos têm cara de que desmaiam só de sentir o cheiro da maconha! Não acredito que vocês deixaram a Somi apodrecer no calabouço pra debutar isso…

BERRYGOOD – GREEN APPLE

Existem momentos na vida em que o melhor é a gente perceber que precisa desistir de uma vez. Não há vergonha e saber a hora de parar, berry good. Conselho de amigo.

LABOUM – BETWEEN US

Parece girl crush que dá sono é um conceito em alta no momento.

BRAVE GIRLS – ROLLIN’ (DE NOVO)

Por que você destruiria a sua melhor música desse jeito????

CHERRY ON TOP – HI FIVE

Finalmente música boa por aqui novamente!!! Se essa “Hi Five” fosse lançada por Twice ela seria #1 do MelOn por 32 semanas, mas fazer o quê, ela veio de um grupo que nunca ouvimos falar antes, e que de quebra possui uma integrante com umas plásticas que floparam mais do que a própria música.

SATURDAY – MMOK JJI BBA

Se você me conhece nem que seja um pouco eu não preciso nem dizer que amei esta merda. Uma música realmente DIVERTIDA no capope? Em que ano estamos?? Só digo que se Momoland tivesse lançado isso ao invés daquela BAAM, a essa altura elas já teriam se tornado o girl group da nação.

SHA SHA – WHAT THE HECK

Música gostosinha, mas sejamos francos, se aquela menina não tivesse desmaiado ninguém teria notado a existência desse grupo.

DIA – WOOWOO

Eu me pergunto como é possível uma agência criou o T-ara não conseguir dar um pingo de identidade própria ao novo grupo. Elas já riparam APink, GFriend, Twice, GFriend de novo e agora foram pra Tinashe. E MBK é tão incompetente que decide copiar a pior música da Tinashe. E ainda começaram a dizer que esse poderia ser o último comeback do grupo pra ver se as pessoas se desesperavam e as vendas aumentavam, mas ninguém fora do fandom deu uma foda. Se DIA acabar vai ser um favor ao capope isso sim.

GFRIEND – SUNNY SUMMER

E GFriend conseguiu lançar sua PIOR MÚSICA. Mas enquanto para elas isso é um feito e tanto, a grande surpresa aqui é que até a coreografia ficou assustadoramente ruim! Quem diria que pior que GFriend copiando SNSD seria GFriend copiando Sistar?!

KYUNGRI GYEONG REE – BLUE MOON

E eis que o inevitável aconteceu: Nine Muses enfim virou uma musa só. A vencedora do battle royale foi Kyungri Gyeong Ree que decidiu debutar solo e tentar virar a rainha das gays coreanas. Imagino que ela vá ter muito trabalho pra alcançar esse público, visto que nem Jo Kwon e Daehwi se assumiram ainda, o armário daquele país deve estar entupido de gente.

HYOLYN – SEE SEA

E Hyolyn decidiu mostrar que o verão tá no DNA das integrantes do SISTAR. “See Sea” começa promissora, mas infelizmente os sintetizadores oitentistas aparecem pouco e esse som batido de tropical house aparece muito. O que chama atenção mesmo aqui e é o quanto a carreira solo tá investindo em fanservice de bunda, primeiro aquela “Dally” e agora essa. Só acho que ela tá fazendo isso no país errado! Os coreanos não dão a devida atenção para a bunda, Hyolyn, você deveria vir para o Brasil e virar a Mulher Kimchi. Nosso povo sim sabe apreciar uma bunda.

HYOLYN – BAE

As coisas melhoraram com BAE, que é basicamente uma música do SISTAR. Tem até a parte do “rap” da Bora! A faixa não é nenhuma Loving U, mas é o suficiente para levar de volta aos dias de glória de grupo, então gostei. Infelizmente MV não tem tanto close de bunda quanto See Sea, mas é uma demonstração de que a pessoa faz o ambiente: quando Tiffany esteve nessa mesma lanchonete há dois anos o lugar parecia morto.

CHUNG HA – LOVE U

Agora é oficial: Chung Ha é a única que se deu bem pós-I.O.I. A maioria das outras entraram em grupos gigantescos que só sabem flopar e lançar música ruim, Somi foi feita de otária pela JYP Ent. e desistiu de debutar, e Sohye sumiu já que não pode mais contar mais com a edição da Mnet pra fingir que tem algum carisma. Enquanto isso, Chung Ha lança um tropical house genérico atrás do outro e todos chegam ao top 10 do MelOn. Definitivamente é a verdadeira vencedora do Produce 101.

Hara – WILD

Parabéns a Gyeongree e Hyolyn por terem lançado músicas decentes, mas quem ganhou aqui foi Hara, que lançou uma muito melhor no Japão e tudo isso SEM SABER CANTAR. Rainha, apenas.

BTS – IDOL

E graças ao refrão de “IDOL”, BTS conseguiu lançar sua primeira música boa em milênios, mas o grande feito aqui é que o meme “feat. Nicki Minaj” finalmente se tornou uma realidade no capope! Agora que Nicki tá começando a flopar tomara que ela aceite mais convites para aparecer aleatoriamente em músicas de k-pop, quem sabe dessa vez um girl group: Twice feat. Nicki Minaj, Lovelyz feat. Nicki Minaj, Pocket Girls feat. Nicki Minaj… as possibilidades são infinitas!

TWICE – DANCE THE NIGHT AWAY

Vocês pensaram que elas não iam rebolar a bunda hoje? Claro que pensaram errado. Twice continuam incansáveis e enquanto eu escrevo este texto elas já devem ter lançado uns cinco MVs novos.

Só acho uma pena que para este ano JYP decidiu focar mais em quantidade do que em qualidade. Apesar de um refrão gostoso, Dance the Night Away é a música coreana mais fraca delas desde TT. E as outras que elas lançaram em 2018 também estão passando longe do nível de Signal, Likey e até mesmo Knock Knock. Os executivos da JYP precisam parar com essa pressa de encher o cu de dinheiro a curto prazo e começar a pensar mais a longo prazo. Esse tanto de música saindo a cada quinze minutos pode não apenas supersaturar o público como também fazer a sonoridade do grupo estagnar muito cedo, como já está acontecendo. Pelo menos Perfume levou quase 20 anos pra cair na mesmice…

Nesse ritmo eu vou ter de colocar as músicas do álbum instrumental do Lovelyz na minha lista de fim de ano…

Anúncios

2 comentários sobre “Balanço 4º bimestre 2018: o que sobrou do verão (feat. Nicki Minaj)

  1. Eu adoro a cara de louca da mina do TWICE nesse frame que escolheram como imagem oficial do MV no YouTube. Ela provavelmente deve odiar que pegaram esse momento, mas eu achei sensacional.

    E olha, não diria que 2018 tá ruim de músicas, não; a questão é que algumas das melhores do ano estão vindo de grupos novos. LOONA e (G)I-DLE já mostraram isso, e agora tem o GWSN, cujo single é incrível (quase um 4 Walls de 2018) e as demais faixas do álbum são igualmente boas de formas diferentes. Dos veteranos, o comeback da Sunmi tá maravilhoso, e o do Dreamcatcher, idem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s